quinta-feira, 12 de abril de 2012

Banalismo do amor.



Estou a horas sentada, quereno escrever algo bonitinho logico e filosofo sobre o amor, mas vou falar sobre  o que eu penso, na verdade, o amor hoje entre casais é quase inexistente, posso parecer bruta mas também é raro,  Eu te amo é como um ' boa tarde ' , eu te amo para horas de prazer, para brincar, para se divertir, para a vitoria do sexo, eu te amo não é comum em choros, dores, lamentos e sentimentalismo.
Onde esta o valor do amor ? talvez corre pelos córregos imundos ou vaga em busca de um coração puro...
Paixões, atracões, sentimentos todos temos isso faz parte das necessidades humanas, mas amor de verdade eu chego acreditar que acontece apenas em correntes sanguíneas ... onde se é capaz de doar um figado apenas para ver o amado bem (ok sociedade, posso parecer louca  mas o amor a cada dia que passa esta em extinção, e o que pensamos? onde vamos chegar? generalismo mesmo, por que é raro se ver alguém doando sua vida em por do outro sem haver segundas intenções e esperas de retribuição... ), por isso que o único amor que eu ainda acho que seja parcialmente duradouro seja a amizade, observe bem  DURADOURO NÃO VERDADEIRO. por que em algum momento o amigo se vai, por alguma ocasião se perde o contato, uma briga uma mudança, já se pergunto se um amigo trocaria a vida, família, dinheiro, sangue por você ? então tire suas conclusões agora. Amor não passa, não tem fases, não tem status, ... amor esta livre de tempo, mudanças, gestos, ações, orgulhos, rancor e todos as poeiras da terra. SEC XXI onde amor é definido como status, se eu estou Feliz ao seu lado, sem brigas eu te amo, se caso você me machuco eu não te amo mais, desculpa mas amor é quase piada ... é entrada para a gloria.Se o mundo tivesse mas amor, teria mas vida, teria menos rancor, mas compaixão e claro menos violência.Amor banalizado menos felicidade.. pense nisso. 





Nenhum comentário:

Postar um comentário